24 Horas.US
Notícias do Brasil e do Mundo.

“Isso foi um ato de terrorismo”, diz prefeito de Nova Iorque

NOVA IORQUE, NY – As informações começam a chegar à respeito do atentado que chocou os nova-iorquinos mais uma vez, no dia das bruxas.

Em coletiva que acabou há pouco, o prefeito da cidade, Bill De Blasio, disse que isso de trata de “um ato de terrorismo”. O prefeito se dirigiu à população: “Nesse dia de Halloween, nós, moradores de Nova Iorque, devemos ser vigilantes. Ele tentou acabar com o nosso espírito, mas somos maiores que isso!”, completou

Os policiais deixaram claro que se trata de um motorista de 29 anos e que ele realmente saiu do carro com uma arma de paintball. Não foram dadas mais informações sobre o autor. Quando questionados sobre a autoria, se isso foi um ato solitário, os policiais disseram que por enquanto só existe um suspeito preso.

Na coletiva de imprensa ficou confirmado também que o motorista que alugou a caminhonete numa Home Depot, atingiu um ônibus escolar e deixou dois adultos e duas crianças feridas.

“Seis pessoas morreram no local e outras duas morreram no hospital”, disse o secretario de Saúde de Nova Iorque. “Nós temos até agora quinze pessoas atendidas em hospitais com ferimentos leve e que não correm o risco de morrer. Mas esse número pode aumentar já que temos muitas pessoas que evadiram o lugar sozinhas e podem ter procurado os hospitais”, completou.

As autoridades devem fazer uma busca e um levantamento de feridos ao longo da noite. O presidente dos Estados Unidos não fez uma declaração na televisão, mas usou o Twitter para dizer: “Não nos Estados Unidos!”, em letras garrafais.

O motorista saiu do carro gritando “Allahud Akbahr” e tentou fugir da polícia quando foi alvejado no peito, mas sobreviveu e está em um hospital não divulgado pelas autoridades durante a coletiva.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.