24 Horas.US
Notícias do Brasil e do Mundo.

Imigrante ilegal acusa guarda de assédio sexual na cadeia

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

SAN ANTONIO, TX – O FBI diz que irá investigar as alegações feitas por uma mulher que foi presa no centro de detenção do Texas, de que teria sido estuprada por um dos guardas do lugar.

O bureau de investigação disse na última terça (12) que abriu uma investigação por direitos civis por conta das informações da detenta Laura Monterrosa, que está presa no T. Don Hutto Residential Center.

De acordo com o grupo de advogados associados que cuidam do caso, Grassroots Leadership, Moterrosa disse que o guarda repetidamente a tocou nos seios e nas pernas sem seu consentimento. Os advogados alegam que o ICE – U. S. Immigration and Customs Enforcement e o órgão responsável pelo lugar, a CoreCivic, não responderam às reclamações da detenta.

Monterrosa decidiu tornar o seu caso público para poder encorajar outras pessoas que possam ter sofrido o mesmo e seguir com um processo contra os agressores.

Grupos de direitos humanos nos Estados Unidos dizem que o governo americano não está fazendo nada para proteger os imigrantes que são abusados sexualmente. Um grupo em abril disse ter registrado 27 casos isolados e similares com o de Monterrosa.

O porta-voz do ICE se negou a comentar.

 

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.