24 Horas.US
Notícias do Brasil e do Mundo.

Derrotada nas urnas, Myrian Rios, ex de Roberto Carlos quer voltar para a TV

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Myrian Rios: "A TV de hoje não tem conteúdo" (Divulgação)
Myrian Rios: “A TV de hoje não tem conteúdo” (Divulgação)

Ela começou na televisão aos 16 anos, em “O Feijão e o Sonho” e lá em 1976 emendou outras duas novelas ainda naquele ano. Só foi parar em 2001 quando esteve em cena pela última vez na novela de Glória Perez, “O Clone”, na TV Globo. Myrian Rios é um dos rostos inesquecíveis e marcantes da televisão brasileira por conta dos inúmeros papéis em quase 40 anos de carreira. “Comecei com 16 anos e acabo de completar 56”, conta a atriz em conversa com a SPOT.

Nos últimos quatro anos fora dos holofotes do showbusiness, Myrian esteve na política atuando como deputada e agora resolveu voltar à carreira que a consagrou depois de uma derrota nas últimas eleições: “Experimentei e descobri nesses últimos quatro anos que a política é cruel. Eu pretendo retomar a minha carreira de atriz”, revelou. São quase 14 anos sem atuar na TV. Nesse período, ela esteve exercitando o lado de apresentadora em programas religiosos em emissoras como “Canção Nova” e agora, segundo ela, deve voltar num talk show na TV Aparecida. “Apesar de ser uma rede católica, não é um programa religioso. É um programa de atualidades”, explica. “Eu tô com um projeto de fazer festa e eventos. To abrindo o leque. E claro, que se eu puder continuar fazendo os projetos sociais que vinha fazendo como deputada, gostaria muito”, esclarece. “Quero continuar evangelizando”, arremata.

Depois de uma declaração polêmica em que comparou erroneamente a homossexualidade com a pedofilia em plena tribuna na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro onde acabou se retratando, ela disse à nossa coluna que não faria um papel de homossexual na televisão. A justificativa é simples: em 40 anos de carreira sempre pode escolher o que fazer. “Há 40 anos eu sempre escolhi o personagem que eu vou fazer. Não só hoje, mas antigamente, quando havia um momento mais picante com o meu personagem eu me reunia com a direção e com o autor e pedia para dialogar sobre os personagens. Sempre fiz isso. Não é porque é um casal de lésbicas ou uma prostituta ou uma freira. Independe do personagem eu sempre conversei com os autores com relação ao meu personagem”, argumentou.

Myrian Rios é maquiada para gravação no Rio. (Divulgação)
Myrian Rios é maquiada para gravação no Rio. (Divulgação)

Ela chegou a citar um episódio do “Você Decide”, de 1992, em que contracenou com Giovana Antonelli e foi dirigido por Fábio Barreto. “Nós precisávamos estar mais ou menos sensuais em cena. E nós não queríamos estar. Nem eu e nem ela. Nós pedimos pra ele: ‘Fábio Barreto, dá pra melhorar a situação?’ E ele deu uma declaração nO Globo, no Segundo Caderno, dizendo que era muito difícil trabalhar com a Myrian Rios e que é melhor trabalhar com a Vera Fischer. Quer dizer, to testemunhando que é mesmo!!”, relembrou. No episódio, o marido dela, interpretado por Humberto Martins, dava em cima da irmã novinha, interpretada por Antonelli.”Não é agora, que abriu para muitos outros tipos de temas polêmicos que eu vou deixar de conversar. Eu sempre conversei. Sempre discuti as minhas cenas e novelas ou minisséries. Independente do momento atual ou anterior”, pondera sobre a possibilidade de voltar a atuar numa produção na televisão.

A atriz compara o mercado de hoje com o de 40 anos atrás e diz que naquela época existia mais conteúdo. “Hoje em dia é tudo muito mais descartável. Muito mais comercial. Naquela época acho que tinha mais conteúdo. “A Moreninha”, “O Feijão e o Sonho”, “Escrava Isaura”, novelas de época, até “Coração Alado”, de Janete Clair, tinha uma mensagem. Não sei se é porque o mundo está mais rápido, mais efêmero, eles fazem as coisas mais descartáveis e mais rápido. E isso, não é muito o meu perfil”, explica. Para voltar a atuar, além de estar a frente de um talk show, ela deve produzir sua própria minissérie. “Pretendo eu mesma produzir uma coisa bacana, uma minissérie, alguma coisa”, finaliza.

Apesar de negar fazer cenas mais sensuais na televisão, Myrian Rios já fez fotos nua para ensaio da revista “Lui”, em julho de 1978. No ano seguinte, voltou a posar sem roupa por mais duas vezes para edições da revista “Ele & Ela”. Esses ensaios causaram constrangimento ao então namorado, o rei Roberto Carlos, que optou por comprar das editoras todos os direitos sobre as fotografias, vedando que as fotos viessem a ser usadas novamente em qualquer publicação.

[tribulant_slideshow post_id=”1910″]

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.