24 Horas.US
Notícias do Brasil e do Mundo.

Cresce o número de prisões e deportações na era Trump

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

DA REDAÇÃO – O número de imigrantes ilegais detidos ao longo da fronteira do sudoeste dos Estados Unidos cresceu em dois dígitos desde outubro, segundo novos dados divulgados pela U. S. Customs and Border Patrol (CBP), a polícia de fronteira americana.

Os dados mostram que 39 mil pessoas foram presas enquanto estavam tentando atravessar a fronteira em novembro, um aumento de 12% sobre o mês anterior e mais do que o dobro do número de detenções se comparado a março e abril.

A quantidade de menores desacompanhados também cresceu bastante em novembro, subiu de 26% para 45% de acordo com o CBP.

Esse número é o maior desde o mesmo período de 2016, sob o comando do ex-presidente Barak Obama. E é também o mais alto numero nessa administração.

Rotineiramente o presidente Donald Trump se vangloria da queda nos níveis de imigração ilegal durante o seu mandato.

As prisões de imigrantes aumentaram nos primeiros meses da administração Trump, já que os funcionários da U. S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) prenderam 21.362 imigrantes de janeiro a meado de março, um aumento de 32,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

Em novembro, a Associated Press divulgou que as deportações também aumentaram no último ano fiscal.

Esse foi o foco do advogado geral dos Estados Unidos, Jeff Sessions além de que Trump continua insistindo na construção de um muro ao longo da fronteira dos Estados Unidos com o México.

“Sob a administração do presidente Trump, a imigração ilegal tem caído drasticamente em relação ao ano passado. Estamos trabalhando fortemente para manter a segurança das nossas fronteiras, aumentando a fiscalização interna e estabelecendo um novo sistema de imigração baseado no mérito”, disse a diretora de imprensa do Departamento de Segurança Interna, Tyler Houlton.

“Mas nós precisamos que o Congresso tome uma ação imediata para fechar as brechas da lei de imigração, construir o muro e encerrar programas de visto desatualizados e fornecer as ferramentas necessárias para que os funcionários do DHS realizem sua missão”, finalizou em entrevista ao jornal The Hill.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.