24 Horas.US
Notícias do Brasil e do Mundo.

Brasileiro pedófilo é acusado de abusar de quatro crianças em Massachusetts

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

QUINCY, MA – Um brasileiro de 62 anos é acusado de molestar quatro crianças na cidade de Quincy, no estado de Massachusetts.

Segundo informações da polícia, Adalberto H. de Freitas, responsável por uma creche clandestina que funcionava dentro de sua casa na Copeland Street, teria abusado de duas garotas. Porém, o número pode ser ainda maior.

Na terça-feira (30/01), Adalberto foi ouvido pela primeira vez no Tribunal Distrital de Quincy sobre acusações de abuso e estupro infantil baseado na denuncia feita pelos pais de uma garota de 10 anos e outra de 12, que disseram ter sido molestadas por mais de quatro anos.

O juiz estabeleceu a fiança do brasileiro em US$ 50 mil. O acusado apelou do valor. Adalberto será ouvido novamente no próximo dia 28.

A porta-voz do Department of Early Education and Care, Kathleen Hart, disse que eles receberam uma denúncia de uma creche que operava sem licença em Quincy.

Segundo ela, a investigação ainda está em curso juntamente com o Department of Children and Families.

Um promotor identificou as atividades de assistência à infância como ilegal em uma moção judicial em que solicitava fiança. Segundo a lei estadual de Massachusetts, é exigido que alguém cuide regularmente de crianças que não estejam relacionadas à ela. Para isso é necessário obter uma licença.

Além de receber ameaças contra suas famílias, as duas vítimas, disseram que o brasileiro teria esfregado as suas partes íntimas  nelas, sobre roupas e depois por debaixo das roupas enquanto o abuso continuava. 

As meninas disseram praticava o ato quando a esposa dele estava dormindo ou fazendo compras.

Existe uma acusação ainda mais grave onde uma das vítimas alega que Adalberto teria praticado o mesmo tipo de abuso com todas as meninas da creche, menos com os meninos. Outras duas crianças ainda serão ouvidas por terem sido identificadas como possíveis vítimas do bandido.

Segundo o relatório da denuncia, Adalberto é acusado de abusar das vítimas ao menos em 10 ocasiões distintas. As agressões chegaram ao conhecimento da polícia de Quincy e do escritório Advogasse for Children do Nortfolk County, em Foxboro, no final do mês de janeiro, dia 29.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.