24 Horas.US
Notícias do Brasil e do Mundo.

Atiradora do YouTube estava irada por causa da baixa monetização de seus vídeos

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

SAN BRUNO, CA – O pai de Nasim Aghdam, a mulher de 39 anos que atirou no namorado dentro da sede do YouTube, em San Bruno, na Califórnia, disse que a filha ficou chateada com a empresa quando deixaram de pagá-la.

Segundo o pai, que estava muito emocionado e nao quis gravar com a CBS de Los Angeles, Nasim teria sumido há alguns dias. Ele chegou a ligar para a polícia em San Diego pq estava bastante preocupado com o comportamento dela contra o YouTube.

Na terça-feira (03), às 2 da manhã, a polícia ligou pra o pai da moça dizendo que havia encontrado a filha dele sã e salva dentro do carro dela em Mountain View, no norte da California.

O pai então se ligou ela estaria bem próximo da sede do YouTube, que é uma empresa do Google. E pediu que os policiais tomassem alguma providência.

Num dos últimos videos que ela publicou, ela reclamava de que o YouTube teria começado a filtrar seus videos colocando restrições o que fez com que as visualizações caíssem.

A familia disse que ela se transformou em uma YouTuber e que estaria vivendo dos ganhos do canal dela na companhia há muito tempo.

O pai e a familia ainda confirmaram que não sabiam que ela tinha uma arma e que ela não conhecia qualquer pessoa dentro do YouTube. Porém, ela foi e atirou no próprio namorado com uma pistola 9mm.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.